Não estou dando sopa meu bem!!!

Você fica ai com sua moratória compulsiva
A sua idéia indestrutível
Não vou ficar fazendo fita
Não estou dando sopa meu bem!!!
A sua pessoa não estou disposta
Eu quero ficar livre para ninguém.

Não aceita muito a sua idéia burocrática
Ela e muito sistemática para eu viver
Não quero saber dos seus planos
Nem daqui a alguns anos

Meu amor eu ínsito
O mundo pode mudar
As coisas podem  até virar de ponta de cabeça
O seu governo pode ate renunciar
Mas não se esqueça:

Não sou objeto de computador
Eu também sinto dor

Não quero saber de pressa
A sua ditadura de palavras não da temor
Nem me faz superar
Não quero imposição
Só  pouco tempo para reflexão

Pode ser até que eu esteja errado
Mas não, eu não fui ingrato.
Só queria que estive-se
Todo dia o meu lado

Vamos dar um tempo
Desconectar para um momento
Para que a gente possa descansar
Sem com a solidão se incomodar.

Cultura Popular

Contido para não chorar
A nossa fabula permite especular,
E juntar o elaborado ao popular
As relações sobre o nosso vivido
É freqüentemente denominada de popular.

O que nela esta contido
Foi por nos concebido
Contestado até pelo erudito
E rejeitada pelo cientifico

Impõe distancias e as intermediações
Que faz o mundo dividido
Entre o pobre e o rico
O simples e o sabido
O nosso ousado e o sagaz

O que aconteceu no caso brasileiro?!
Junção de ilógica básica
Reunião entre todos
Produzir a obra mais fantástica!!!

Por que não contestar a mão, o ferro e o dedo?
A dramática situação de dor
Não foi vendida pelo medo
Resignada pelo temor nacional
Todos de uma só vez,
Num pranto infernal.

Derramamos as magoas do amor perdido
Parecemos ter-se calado ou esquecido?!
Fechado o horizonte ficou
As nuvens a todos nós cegou

Pela situação de complacência
O ultimo grito foi de clemência
Para de salvar da nossa denuncia
E admirando a nossa eloqüência
Que é a cultura popular!!

Os Ritmos do Brasil


Esse amor tão hostil assim
Entre nos dois não é ruim
Seu jeito nervoso
É uma inspiração para mim
Beleza formada
Ah você é tudo... tudo..
Meu bem querer, meu viver
Anda em tom de samba
Minhas pernas já estão bambas
Eu tremo diante desse olhar
Ele parece me hipnotizar
Você quer me dominar
Eu não consigo resistir
Ao ouvir tua voz
Sua fala é ritmo demais para mim
Seu jeito é pura emoção
Doce alegre som
É musica para a vida inteira
É concerto musical sem falar
É rock and roll para me animar
Nos momentos de minha vida
Seu esplendor é tudo para mim querida
Ah e sua voz muito importante
É minha MPB
Como é gostoso amar você